10 casas de escritores que você pode visitar

Que tal programar a próxima viagem baseada nos seus livros preferidos? Inclua no roteiro as casas de escritores que são abertas à visitação

Toda vez que planejo uma viagem, procuro visitar cenários de livros ou casas de escritores.

Me sinto muito mais próxima do escritor e é uma experiência que todo louco por livro deve viver alguma vez na vida.

Por isso, trouxe dez casas de escritores para você programar a sua próxima viagem.

Virginia Woolf

virginia-woolfA escritora Virginia Woolf  viveu com o marido, Leonard Woolf, numa casa do século 18 em Rodmell, uma pequena vila no distrito de Sussex, na Inglaterra.

Nesta casa, o casal recebeu grandes nomes da literatura como T. S. Elliot e E. M. Forster.

Foi aqui que Virginia cometeu o suicídio em março de 1941, se afogando no rio Ouse, que passa bem perto da residência.

casa da virginia woolf

Leonardo, viúvo, viveu na casa até sua morte em 1969.

Em 1972, a casa foi vendida para a Universidade de Sussex e em 1980 foi aberta ao público.

O bacana é que você pode visitar a sala principal, a sala de jantar, cozinha e o quarto de Virginia que estão exatamente iguais como ela os deixou.

virginia woolf

O ingresso custa 5,80 libras para adultos e 3 libras para crianças.

Saiba mais no site

Victor Hugo

victor hugo

No casarão construído em 1605 na Place des Vosges, a praça planejada mais antiga de Paris, viveu Victor Hugo entre 1832 e 1848.

Ele se mudou aos 30 anos com a esposa Adele para um apartamento no segundo andar.

Foi neste apartamento que ele começou a esboçar o romance “Os Miseráveis”, embora o tenha publicado apenas em 1862.

victor hugo3

O casarão virou museu apenas no início do século 20 e foi reconstruído através de pinturas e descrições em cartas. 

Porém, o busto de Victor Hugo feito por Rodin, alguns móveis, a escrivaninha e a pena são originais.

A casa virou um museu que convida o visitante a conhecer mais sobre sua vida e suas obras.

victor hugo2

Por lá você vai encontrar rascunhos e desenhos feitos pelo próprio Victor Hugo.

Outra coisa interessante é que a cama exposta no apartamento é a cama onde o escritor faleceu em 1885 por causa de uma pneumonia aos 83 anos.

Os ingressos custam 5 euros. 

Saiba mais no site

Agatha Christie

agatha christie

Agatha Christie morou no condado de Devon, na Inglaterra, durante quase toda a vida.

A casa de veraneio da família, conhecida como Greenway, foi aberta ao público em 2005 depois de receber uma restauração de quase 20 milhões de libras.

A casa abriga muitos objetos pessoais da escritora, como a biblioteca, a escrivaninha e a cozinha.

agatha christie3

Já falei por aqui que Agatha Christie era uma exímia cozinheira e adorava pensar nas histórias enquanto cozinhava. Inclusive, já fiz uma receita preferida dela. Os scones! Clique aqui para ver a receita.

Quem visita Greenway e gosta de cozinhar, vai ficar encantado com a coleção de porcelana que a escritora mantinha com todo cuidado. 

agatha christie

Os ingressos custam 10,90 libras para adultos e 5,45 para crianças.

Saiba mais no site.

Tolstoi

atolsty001p1

Yasnaya Polyana foi a casa onde Leo Tolstoy nasceu, viveu e onde foi enterrado aos 82 anos, em 1910.

Foi nesta casa que ele escreveu “Guerra e Paz” e “Anna Karenina”.

Está localizada a 200 quilômetros de Moscou, na Rússia.

tolstoi 2

A casa foi transformada em museu em 1921 e conta ainda com objetos pessoais, móveis e a biblioteca pessoal do escritor com mais de 22 mil títulos. 

O curioso é que Tolstoi escreveu “Guerra e Paz” entre 1962 e 1969 e “Anna Karenina” entre 1873 e 1877. Ele escreveu os livros à mão e durante a noite, sua esposa é quem passava os rascunhos a limpo.

Alguns destes rascunhos estão expostos no museu.

tolstoi

O museu fecha às segundas-feiras.

Os ingressos custam 50 rubles para adultos ou 30 rubles para crianças.

Saiba mais no site.

Pablo Neruda

MD-01 Madrid.- Pablo Neruda creó algunos de los versos que más se han oído y recitado a lo largo del siglo XX y XXI. Pero, además de ser el poeta del amor y del compromiso, tuvo una gran producción literaria que ha quedado reunida en un volumen titulado "Nerudiana dispersa II", sobre el que cuyo editor, Hernán Loyola, habló con EFE en una entrevista. En la foto de archivo (Mayo, 1956) Neruda en Budapest, con el puente de la libertad sobre el Danubio al fondo. EFE/MTI‚1W

Pablo Neruda tinha três casas no Chile.

As três residências foram transformadas em museus e o curioso é que todas elas possuem arquitetura que imita o formato de um barco.

La Chascona, em Santiago, é a mais visitada por ser também a sede da Fundação Pablo Neruda.

la chascona

Foi construída em homenagem a Matilde, sua última esposa, chamada por ele de descabelada (la chascona, em espanhol).

A casa foi construída em 1953 e exibe hoje em dia objetos pessoais, rascunhos de poemas e coleções do escritor.

la chascona 2

As visitas acontecem de terça-feira a domingo das 10h às 19h.

Os ingressos custam 5 mil pesos.

Saiba mais no site.

Fernando Pessoa

fernando pessoa

Quando estive em Lisboa, não consegui visitar a casa porque estava em reforma. Ficou para a próxima vez. (Que espero que venha logo! rs).

A casa fica na Rua Coelho da Rocha, 16. É uma casa bem bonita, com a fachada toda pintada com trechos dos poemas de Fernando Pessoa.

casa fernando pessoa 2

Já que estive por lá, dou a minha dica: Aproveite que o taxi em Lisboa REALMENTE vale a pena. Isto porque a casa tem acesso difícil.

Não passa ônibus perto e o metrô mais próximo está a quase meia hora de caminhada.

A casa representa o lugar onde Fernando Pessoa viveu os últimos 15 anos de vida. Virou um museu e, hoje em dia, podemos acompanhar a trajetória da carreira do escritor com objetos pessoais, rascunhos, livros e até a máquina de escrever xodó dele.

O bacana é que por lá rolam várias oficinas de escrita e contação de história para crianças, o que pode ser um passeio bem legal se você viaja com pequenos.

casa fernando pessoa

Os ingressos custam 3 euros.

Saiba mais no site.

Miguel de Cervantes

miguel de cervantes

A casa-museu Miguel de Cervantes fica em Valladolid, na Espanha.

O curioso é que o escritor viveu nesta casa apenas por três anos.

Como coletor de impostos, ele acompanhava a corte espanhola e durante o tempo que a corte ficou naquela cidade, entre 1601 e 1606, Cervantes foi obrigado a alugar esta casa.

casa de cervantes

A casa só virou museu em 1916 e é claro que, a esta altura, já não tinha sobrado muita coisa (ou quase nada) que realmente havia pertencido a Cervantes.

Então, trata-se de um cenário reconstruído a partir de menções em cartas e diários do escritor.

Mesmo assim, vale a experiência de visitar a residência, que continua com a mesma arquitetura e divisão interna.

casa de cervantes 2

Vale dizer que quando Cervantes viveu nesta casa, o seu livro “Dom Quixote” já estava pronto e prestes a ser lançado, em 16 de janeiro de 1605.

Os ingressos custam 3 euros.

Saiba mais no site

Cora Coralina

Data da foto: 1982 Cora Coralina, poetisa.

Cora Coralina passou toda a vida nesta casinha ao lado da ponte do Rio Vermelho, na cidade de Goiás.

Quem gosta desta mistura entre literatura e gastronomia, precisa fazer uma visita por lá.

Isto porque o passeio começa, justamente, pela cozinha da poetisa. Com seus tachos de cobres expostos e até algumas receitas.

casa de cora coralina

Para quem não sabe, Cora era famosa por fazer incríveis doces cristalizados e era ali, no quintal da casa, que ela plantava suas frutinhas.

Também é possível visitar o quarto da escritora e checar seus vestidos até hoje pendurados no armário.

Por lá há um acervo com mais dez mil rascunhos, poemas e cartas.

Vale dizer que a casa é protagonista de um dos livros mais famosos de Cora, o “Estórias da Casa Velha da Ponte”.

Dá pra fazer uma visita virtual pelo site

Freud

freud

Se você quer conhecer os lugares frequentados por Freud, então deve comprar duas passagens. Uma para Londres, na Inglaterra e outra para Viena, na Áustria. 

Isto porque Freud viveu durante 78 anos em Viena, antes de se refugiar em Londres, depois que Viena foi invadida pelos nazistas.

consultório freus viena

Na capital austríaca, você pode visitar o consultório dele, na Rua Berggasse, 19.

Por ali dá para conferir o acervo virtual com mais de 11 mil cartas escritas por ele.

Só tem um porém, o famoso divã não pode ser encontrado no consultório, pois está em Londres, na casa onde ele viveu até morrer de câncer, aos 83 anos. 

O museu na capital inglesa conta com os móveis da casa onde o psicanalista viveu na Áustria e a coleção de antiguidades egípcias, gregas e romanas que ele guardava.

casa museu freud londres

Para visitar o escritório, em Viena, você paga 9 euros e pode saber mais no site.  

Para visitar a casa, em Londres, você paga 7 euros e pode saber mais no site

Guimarães Rosa

guimares rosa

A casa-museu Guimarães Rosa é onde o escritor mineiro morou até os 9 anos de idade, em Cordisburgo. 

O estabelecimento reúne acervo de fotos, livros, xilogravuras, rascunhos e outros objetos pessoais.

casa museu guimarães rosa

Há por ali a famosa coleção de gravatas borboletas e a espada, bainha e diploma da Academia Brasileira de Letras.

Você também vai gostar de ver a máquina de escrever onde ele escreveu “Grande Sertão Veredas” e “Sagarana”.

casa museu guimarães rosa 2

A entrada é gratuita.

Saiba mais na página.

Escolha a casa do seu escritor preferido, faça o roteiro e boa viagem!

Depois me conta como foi esta aventura!

 

Denise Godinho

Meu nome é Denise Godinho. Decidi aprender a cozinhar e, para a empreitada ser mais interessante, vou fazer as receitas que estão escondidas dentro dos livros. E, acredite, são muitas!

  • Só incluiria na lista a da Jane Austen, que eu morro de vontade de visitar!

Share This