Receita da sardinha frita de Éramos Seis

Nível: 2 Machados que valem a pena!machado nivelmachado nivel

 

Éramos Seis

O livro “Éramos Seis” é recheado de receitas de dar água na boca. No entanto, como as últimas receitas foram de doces, decidi fazer uma refeição salgada desta vez. Além disso, acabamos de entrar na época de sardinha, então acho que o post vem a calhar.

Olha como ficou o meu jantar à lá Maria José Dupré:

Receita com sardinha

  Se você quer saber logo como é a receita, corre lá pra baixo do texto!

 A sardinha:

O livro de Maria José Dupré foi lançado em 1943. Se você nunca leu o livro, provavelmente deve ter visto o filme ou  alguma das quatro versões em forma de telenovela.

O enredo gira em torno das lembranças de Dona Lola. Através de sua memória, ela nos leva a conhecer sua família: O  marido Júlio e os filhos Carlos, Alfredo, Julinho e Maria Isabel. A passagem da sardinha registra um momento conturbado  da vida familiar.

Dona Lola acaba de descobrir que Alfredo foi demitido do emprego por ter roubado o chefe. Carlos, o filho exemplar, não deixou passar em branco e começou uma briga que acabou em murros e socos.

Dona Lola fica tão atarantada, que decide fazer algo simples para o jantar. Algo simples, mas que ela sabe que todo  mundo gosta: Sardinhas fritas e salada de batata.

Alfredo não desce para jantar e Maria Isabel chega em casa para descobrir sobre a briga. Ela defende Alfredo e Carlos  não entende como a irmã pode ser tão cabeça oca. Isabel e ele discutem e travam uma espécie de guerra da sardinha,  com ela se preparando para lançar a carcaça do peixe frito em cima dele.

Veja uma passagem:

"Carlos saiu da mesa mal-humorado, empurrou a cadeira e foi para o quarto; Isabel 
fez menção de jogar a carcaça da sardinha nas costas dele; Clotilde segurou 
a tempo o braço dela, dizendo:
- Pelo amor de Deus!
Ela lambeu as pontas dos dedos e riu, despreocupada."

Curiosidade: A sardinha leva este nome graças à Ilha de Sardenha, no mar Mediterrâneo. A quantidade deste peixe era tanta por lá, que acharam que o batismo era certeiro.

Nós acabamos de entrar na época da sardinha. Isso mesmo. O momento para comprar a sardinha vai de março até outubro. A partir do mês de novembro, a pesca fica proibida até fevereiro. Isso por causa da preservação da espécie.

Uma curiosidade sobre a sardinha é que este foi o primeiro peixe a ser enlatado. Isso aconteceu em 1809 e foi realizado por Napoleão Bonaparte. O imperador pediu que fosse criada uma forma de conservar a comida para que esta fosse levada ao campo de batalha, pois seus soldados estavam padecendo de desnutrição. E então, o francês Nicolas Appert desenvolveu a técnica de conservar alimentos num recipiente hermeticamente fechado após serem cozidos. Graças a isso, os soldados puderam se esbaldar de sardinha.

Mas, a receita de hoje pede o peixe fresco. O Mauro, um moço muito simpático que trabalha na peixaria que meu pai vai sempre, me ensinou como escolher a sardinha. Se você pressionar com o dedo em cima do peixe e ficar marcas, não o leve. Significa que ele não é fresco. Fácil, né?

Ingredientes

– 4 sardinhas frescas

– 4 batatas grandes

– 2 ovos

– cebola

– sal

– cebolinha

– maionese

Receita de salada de batata

Passo a passo

O meu fiel escudeiro, amigo, ajudante e amante Hugo me ajudou na realização desta receita. (Principalmente na parte de limpar o peixe, eca).

Salada de batata: Como a escritora não dá muitos detalhes sobre a salada, eu peguei a receita da minha mãe. É realmente muito simples de fazer. Descasque as batatas e coloque-as para cozinhar. Elas estarão prontas quando você enfiar um garfo com facilidade dentro delas.

Coloque os ovos para cozinhar. 12 minutos bastam para que eles estejam cozidos. (Falo sobre os minutos porque este tipo de informação é muito importante para uma principiante como eu).

Depois é só picar a batata em quadradinhos, o ovo em rodelas, a cebola e a cebolinha. Tempere tudo com sal à gosto e coloque quatro colheres de maionese.

A sardinha frita: Você vai precisar limpar a sardinha. E pra mim esta foi a parte mais difícil. Nunca tinha limpado um peixe na vida. E posso falar isso sem constrangimentos porque, afinal, este blog é justamente para isso.

Você tem que fazer um corte na região abdominal e retirar a espinha e as vísceras. Lave bem o interior da sardinha. Depois retire as escamas com uma faca. Como se fosse um ralador, no sentido da cabeça para o rabo. Corte fora a cabeça e o rabo.

Depois vem a parte fácil, que é só temperá-las e colocá-las em óleo quente.

Receita de sardinha frita

 

Tudo bem. Talvez a receita mereça “nível fácil”, mas decidi colocar como “nível médio” porque a verdade é que não foi  tão simples assim para mim. Este confessionário me permite dizer que nunca tinha 1) comprado 2) limpado 3) fritado um  peixe.

A receita da sardinha frita ficou ótima. Digno almoço ou jantar simples para aquele dia de correria. Eu e Hugo nos esbaldamos e, ainda  bem, sem brigas! Ufa!

 

 

 

Denise Godinho

Meu nome é Denise Godinho. Decidi aprender a cozinhar e, para a empreitada ser mais interessante, vou fazer as receitas que estão escondidas dentro dos livros. E, acredite, são muitas!

Share This