Bolo de Coco e a vida culinária de Emily Dickinson

Certa vez, Emily Dickinson escreveu um dos seus poemas atrás de uma Receita de Bolo de Coco. Eu fiz a receita da poetisa e dei uma incrementada a mais para comemorar o aniversário de uma tia. Veja como ficou! 

Esta semana que passou foi o aniversário daquela tia-mãe. Aliás, acho que já falei sobre ela por aqui. A tia Elza. Ela me apoia incondicionalmente nesta empreitada de aprender a cozinhar, seja me mandando dicas pela internet ou comprando utensílios de cozinha fofos. Tanto apoio tinha que ser recompensado, né?

Então, eu e a minha mãe organizamos um get together familiar para que ela assoprasse as velinhas. (Quantas? Sigilo absoluto – ela me pediu. rs). Para a ocasião, resolvi fazer o famoso Bolo de Coco de Emily Dickinson. Mas calma aí que vou falar sobre ele mais adiante.

Ando postando pouco porque este final de ano tá cheio. Juro, contudo, que esta semana vou tentar compensar minha ausência. Tem uma receita mara que tá na agulha. Só antecipo que é bolo também rs.

Emily.Dickinson

Peço licença para juntar a explicação sobre a receita com a curiosidade. Isso porque só a receita do Bolo de Coco já é carregada de curiosidades. Vou explicar.

Emily Dickinson nasceu em 1830 e foi uma famosa poetisa americana. Ela sempre foi uma mulher a frente do seu tempo. Em certa ocasião, por exemplo, durante a juventude, foi expulsa do seminário onde estudava porque se recusou a declarar publicamente sua fé. Imagina!

Emily foi conhecida por ser uma pessoa solitária que nunca casou e dedicou toda a vida para cuidar dos pais doentes. Contudo, alguns estudiosos acreditam que seus poemas de amor foram destinados para Charles Wadsworth, um clérigo que ela conheceu certa vez durante uma viagem a Filadélfia.

Tudo o que se sabe sobre a vida da escritora veio das muitas cartas que ela trocou com pessoas importantes da época, dando pistas de sua rotina. Inclusive, se sabe que Emily era uma exímia amante da cozinha. Sempre trocando receitas ou divagando sobre elas.

Em 25 de setembro de 1845, por exemplo, ela escreveu para a amiga Abiah Root: “Amanhã vou aprender a fazer pão. Então, você pode me imaginar com as mangas arregaçadas, misturando farinha, leite e etc., com uma grande dose de graça”.

A curiosidade sobre o assunto é que o pai de Emily era um padeiro e, em algumas cartas, ele diz gostar muito dos pães da filha, apesar de dizer também que ela se dava melhor com sobremesas.

Há muitos registros de rascunhos de poemas escritos em embalagens de comida ou atrás de receitas, o que nos dá uma ideia que a cozinha era um espaço de efervescência criativa para ela. Todo este acervo é encontrado no Emily Dickinson Museum, em Amherst, Massachussetts.

Mas e quanto ao bolo de coco? A escritora escreveu o poema “As coisas que nunca podem voltar, são muitas” atrás de uma receita de bolo de coco dada por sua vizinha Mrs. Carmichael. Veja abaixo o registro encontrado no museu da escritora:

Receita do Bolo de Coco de Emily Dickinson

Como dito anteriormente, eu fiz a receita do bolo e dei uma incrementada, acrescentando cobertura e recheio. No entanto, se você quiser fazer só o bolo, ele também fica uma delícia. Para o aniversário, eu fiz dois bolos e recheei.


 

Machado de AssisMachado de AssisMachado de AssisNível: 3 Machados difíceis, mas gostosos!

Bolo de Coco
Avalie essa receita
Imprimir Receita
Para a massa (para cada bolo)
  1. - 450g de açúcar
  2. - 225g de manteiga sem sal
  3. - 225g de farinha
  4. - 1 pacote de coco ralado
  5. - 6 ovos
  6. - Eu acrescentei uma xícara de leite (porque a massa fica muito, muito grossa) e uma colher de sopa bem cheia de fermento.
Para o recheio
  1. - 2 tabletes de chocolate ao leite de 170g
  2. - 1 lata de creme de leite
Para a cobertura
  1. - 225g de manteiga sem sal
  2. - 1 gema
  3. - 450g de açúcar de confeiteiro
  4. - 1/2 xícara de creme de leite
  5. - 1 colher sopa de essência de baunilha
Modo de Preparo
  1. Pré aqueça o forno em temperatura média. Bata todos os ingredientes da massa, com exceção do fermento, até que fique um creme bem denso.
  2. Em seguida, coloque o fermento e mexa com gentileza. Despeje a massa numa forma untada e leve ao forno por uma hora. A massa é muito pesada por causa dos ovos e da manteiga, por isso demora para que asse.
  3. Enquanto isso, faça o recheio. Derreta o chocolate em banho-maria. Em seguida acrescente o creme de leite sem o soro e reserve.
  4. Para fazer a cobertura, bata a manteiga e o ovo até ficar uma creme denso. Acrescente o açúcar, a baunilha e o creme de leite e bata até ficar uma espécie de manteiga.
  5. Recheie o bolo com a ganache e o cubra com a cobertura. Para finalizar, polvilhe coco ralado em cima.
Capitu vem para o jantar http://capituvemparaojantar.com/

O bolo não ficou um exemplar boniiiiiito, afinal já disse por aqui que meus dotes artesanais são péssimos. Mas juro juradinho que ficou uma delícia. 

Escolhi esta cobertura porque já tinha visto ela em algum lugar e fiquei curiosa pra provar. No entanto, já sabe. O bolo original também fica bem gostoso!

<3

Denise Godinho

Meu nome é Denise Godinho. Decidi aprender a cozinhar e, para a empreitada ser mais interessante, vou fazer as receitas que estão escondidas dentro dos livros. E, acredite, são muitas!

Share This