#CapituVisita | O café da Amélie Poulain em Paris

Tem uma viagem marcada para Paris? Então coloque no roteiro o Café da Amélie Poulain, o Des Deux Moulins.

 

Em julho do ano passado tive a incrível oportunidade de finalmente conhecer a França. Digo finalmente porque este sempre foi o meu sonho. E apesar de ter visitado a Europa algumas vezes a trabalho ou turismo, nunca consegui encaixar a França no roteiro.

Então imagina a minha felicidade quando de repente uma das minhas melhores amigas me avisa que vai se casar? Na França! 

Tá, não foi tão de repente assim, já que ela já estava namorando há mais de um ano um francês e é claro que isso aconteceria hora ou outra. Mas fiquei feliz por ela e pela viagem, né?

Então em julho lá foi eu presenciar ela linda num casamento mais lindo ainda com um marido mais lindo ainda numa cidadezinha do interior da França de morrer de amores (Plouëc-du-Trieux, caso você esteja se perguntando).

Só que aí é claro que consegui encaixar uma semaninha em Paris, né? Então pude finalmente conhecer a Notre Dame, os cafés, as livrarias, os museus, comer, comer, comer e morrer de comer. 

Fiquei num hotelzinho delícia em Montmartre, conhecido como um dos bairros mais boêmios de Paris.

Também pudera. Eu subia uma rua e dava de cara com vários bares. Descia duas ruas dava de cara com o Moulin Rouge. Virava a direita ali e acolá e lá estava ele, o Des Deux Moulins, o Café da Amélie Poulain

Café da Amélie Poulain

Quem já esteve em Paris sabe que aquela cidade é apaixonante de ponta a ponta. É cultura e gastronomia e música e literatura e filme em cada canto. A rua do Des Deux Moulins, a Lepic, é uma rua super charmosa, cheia de lojinhas de antiguidade, mercadinhos e cafés e restaurantes com mesinhas na calçada. 

Viajei em pleno verão. E verão europeu significa que nove horas da noite o céu ainda está azul. Significa que faz muito calor. Significa que nada como sentar numa dessas mesinhas e tomar um drink na calçada até altas horas. (Tá, não tão altas assim porque por lá tudo fecha cedo. Se você encontrar algo que fique aberto até 3 da manhã foi sorte!). 

Café da Amélie Poulain

Bom, mas vamos falar sobre o Café da Amélie Poulain.

Se você assistiu ao filme “O Fabuloso Destino de Amélie Poulain”, sabe que Amélie trabalha num charmoso café. O mais legal é que ele existe exatamente como no filme e você pode visitá-lo.

É claro que por causa do filme, o lugar está recheado de referências a Amélie. Fotos, cartazes, objetos que nos levam para aquele universo tão particular dela. (Dica: visite o banheiro. Você encontrará uma surpresa por lá). 

E bem, você deve se lembrar que Amélie é uma moça que sabe valorizar os pequenos prazeres da vida. Prazeres como ir ao cinema e olhar para trás só pra ver os rostos deslumbrados das pessoas assistindo ao filme. Enfiar a mão em saco de grão e, claro, quebrar a casquinha do Crème Brûlée.

Então, né, obviamente que tive que provar este doce delícia por alí, não é mesmo?

Café da Amélie Poulain

 O doce é delicioso e o prazer de quebrar a casquinha é imbatível. O preço é que é salgado. Custa 8,50 euros. Mas vem acompanhado de um Café Creme. 

Vale a pena conhecer o lugar e provar o doce, é claro. Principalmente se você for fã de Amélie.

Se quiser almoçar por lá saiba que custa 15,90 euros entrada e prato do dia. No jantar, 17,50 euros entrada, prato do dia e sobremesa. 

No verão, vale a ideia de sentar nas mesinhas e tomar um drink. Rola Happy Hour por lá todos os dias das 18h às 21h. Os drinks custam 6 euros. 

Café Amélie Poulain
Reunião de amigas provando a delícia de quebrar a casquinha de açúcar do Crème Brûlée no Café da Amélie Poulain

Mas vale dizer que é super fácil de fazer o Crème Brûlée em casa. Inclusive, fiz a receita em vídeo. É claro que não terá todo o charme de se comer no Café da Amélie Poulain, em pleno Montmartre, né. Mas dá pra matar a vontade enquanto a sua viagem não acontece.

Olha só: 

 

Então já sabe. Uma vez em Paris, não deixe de colocar o Des Deux Moulins no roteiro.

Recomendo a visita durante a tarde, depois que você passeou pelas ruas encantadoras do bairro. Sente nas mesinhas da calçada e peça o incrível Crème Brûlée. 

Fica na Rua Lepic, 15, em Montmartre. 

Funciona todos os dias das 9h às 2h. 

Saiba mais aqui.  

Denise Godinho

Meu nome é Denise Godinho. Decidi aprender a cozinhar e, para a empreitada ser mais interessante, vou fazer as receitas que estão escondidas dentro dos livros. E, acredite, são muitas!

Share This