O lanche preferido do Elvis Presley

Pão coberto com manteiga, um pote de manteiga de amendoim, um pote de geleia de uva e fatias de bacon fritas. Aprenda a fazer o lanche preferido do Elvis Presley, o famoso Fool’s Gold

Ok, eu sei. Você engordou só de ler a introdução. Convenhamos que não é a toa que o Rei pesava 120 quilos quando faleceu aos 42 anos, isto em 1977.

Confissão de mulherzinha: Só soube da existência deste lanche depois de assistir a comédia romântica “Será que?“, protagonizado por Daniel Radcliffe, no final de semana. Fiquei tão besta quando o casal de amigos discute esta peripécia de Elvis que mergulhei numa pesquisa pra lá de curiosa.

Achei umas informações bem bacanas (E um tanto quanto assustadoras) no livro “O Livro dos Mortos do Rock“, de David Comfort.

Portanto, a receita de hoje foi retirada de um livro, de um filme e, claro, da vida real.

Saiba mais adiante.

fools goldO lanche Fool’s Gold nasceu em Denver, nos Estados Unidos, no restaurante Colorado Mine Company.

Conta-se que um belo dia, depois de fazer um show, a produção fechou o restaurante para que o Rei pudesse jantar antes de entrar no avião e voltar para casa.

Elvis perguntou ao atendente o que este sugeria de bom no cardápio. E, bom, esta foi a primeira vez que Elvis provou o lanche.

Ele gostou tanto que há até uma passagem curiosa nesta história. No dia do aniversário de sua filha, Lisa Marie, ele foi de Graceland para Denver no seu jato particular só para comprar sanduíches para a festa.

Hoje em dia o restaurante Colorado Mine Company não está mais aberto, mas antigos funcionários abriram o Nick’s Cafe, localizado na 777, Simms St, em Golden, no Colorado. O lanche de Elvis custa 7 dólares e serve até 4 pessoas (Vale dizer que Elvis comia ele inteiro).


elvis-presley2

O livro “O Livro dos Mortos do Rock“, lançado em 2010 pelo escritor David Comfort, reúne histórias curiosas das vidas conturbadas de sete ícones do rock que já faleceram: Jimi Hendrix, Janis Joplin, Jim Morisson, John Lennon, Kurt Cobain, Jerry Garcia e Elvis Presley.

Na obra, o autor conta que o Rei comia pela manhã seis ovos fritos com 20 fatias de bacon e mais batatas douradas. Às vezes, no almoço ou no jantar, batia no liquidificador quase meio quilo de bacon e purê de batatas com molho de carne e virava tudo de uma vez num “gole só”.

Os “petiscos da tarde” contavam com o famoso lanche Fool’s Gold, jarras de iogurte e picolés de chocolate.

Quer dizer, concluímos que Elvis não era humano, certo?

Aprenda a fazer o Fool’s Gold, o lanche preferido do Elvis Presley


 

Machado de AssisNível: Apenas 1 Machado

Fool's Gold
Avalie essa receita
Imprimir Receita
Tempo de preparo
5 min
Tempo de preparo
5 min
Ingredientes
  1. - 1 pão italiano (A receita original pede pão francês grande, mas não o encontrei)
  2. - 4 colheres sopa de manteiga
  3. - 1 pote de manteiga de amendoim
  4. - 1 pote de geleia de uva
  5. - Fatias de bacon fritas
Modo de Preparo
  1. Passe a manteiga em cima do pão e leve ao forno por dez minutos, só para que o pão fique douradinho.
  2. Em seguida, abra o pão ao meio. Em uma parte coloque a manteiga de amendoim, em outra coloque a geleia de uva. E enfim, adicione as fatias de bacon fritas e feche o lanche.
  3. Abaixo segue a cena do passo a passo retirado do filme "Será que?".
Capitu vem para o jantar http://capituvemparaojantar.com/

 Assista abaixo o trecho do filme que fala sobre o lanche: 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Sei que este lanche não parece nem um pouco apetitoso, né? Mas, por ossos do ofício, tive que provar. 

A verdade é que a ideia do lanche é muito pior do que ele realmente é. Em uma mordida, uma infinidade de sabores se espalha pela boca. Uma hora você está provando a manteiga de amendoim, depois a geleia, depois o bacon…

Trata-se de um lanche diferente e feito, é claro, para os curiosos.

Nem me arrisquei a pensar em quantas calorias isso tem…

Se fizer, me conta sua experiência?

Denise Godinho

Meu nome é Denise Godinho. Decidi aprender a cozinhar e, para a empreitada ser mais interessante, vou fazer as receitas que estão escondidas dentro dos livros. E, acredite, são muitas!

Share This