Peras Bêbadas, uma receita inspirada em Pinóquio

Numa passagem do livro “Pinóquio“, o boneco de madeira come as peras de Gepeto. Saiba mais sobre este livro de Carlo Collodi e aprenda a fazer Peras Bêbadas.

Sou dessas que conheci Pinóquio pela Disney. E é sim um dos meus desenhos preferidos. (O primeiro lugar supremo sempre ficou e sempre ficará com “A Pequena Sereia” – porém isso já é outra história).

Foi só quando entrei na faculdade, em 2006, e estudei um pouco sobre Contos de Fadas, que descobri o livro encantador de Carlo Collodi. Mês passado minha amiga Cris foi para Florença, na Itália, e visitou a Fundação Nacional Carlo Collodi. De presente, me trouxe uma versão em inglês da obra do escritor, com biografia, curiosidades e fotos lindas.

pinoquio

Mas quem era Carlo Collodi?  Um jornalista que iniciou a carreira escrevendo num catálogo de uma livraria em Florença. Contudo logo alcançou o sucesso e abriu o seu próprio jornal.

Em 1881 ele começou a lançar a publicação infantil “Giornale per i bambini” (Jornal para as crianças”), o primeiro jornal infantil da Itália. Foi ali que, semanalmente, um novo capítulo da “História de um Boneco” era publicada. Era nada mais, nada menos que a história de Pinóquio.

Obviamente, o boneco ficou famosíssimo. Não tanto quanto o seu autor. Pois muita gente ainda não associa o personagem a Collodi. (Há quem acredite que Pinóquio foi criado pela Disney).

Vale dizer, no entanto, que o boneco do livro é bem menos fofo que o Pinóquio da Disney. Na obra de Collodi, Pinóquio é bem complicado, com cisma de criança emburrada, preguiçoso que só ele e bastante difícil de lidar. Mas, assim como o das telonas, no fundo, no fundo, ele só quer o bem do seu criador.

carlo collodi

Contudo, acho que a diferença crucial entre o personagem no livro e no filme é que ao logo das páginas não vemos aquela neura do boneco querer virar um menino real. Aliás, ele é perfeitamente bem resolvido quanto a isso. Afinal, sabe falar, tem sentimentos, sabe correr e ainda pode comer.

Falando em comida, em determinado momento, Pinóquio foge da casa do Gepeto, toma chuva, passa frio e quando decide voltar, morto de fome e sem ter o que comer, se deita perto da lareira para se esquentar e acaba caindo no sono.

Mas, estamos falando de um boneco de madeira, né? Quando ele acorda, seus pés estão carbonizados por causa do fogo. Pinóquio não consegue andar e fica se rastejando pelo chão.

Neste momento, Gepeto chega com algumas peras que ele trouxe para o jantar. Vendo a sua criação sofrendo daquela forma, decide dar o alimento para ele.

Pensando nisso, fiz uma receita de Peras Bêbadas. Ou seja, peras cozidas no vinho tinto. E já que a história foi criada em Florença, que tal escolher um vinho da região da Toscana?

 


 1machado

Peras Bêbadas
Avalie essa receita
Imprimir Receita
Tempo de preparo
40 min
Tempo de preparo
40 min
Ingredientes
  1. - 6 peras
  2. - 1 litro de vinho tinto seco (de preferência um bem encorpado)
  3. - 400g de açúcar
  4. - 2 pau de canela
Modo de Preparo
  1. Descasque as peras, mas se possível mantenha o cabinho. Assim fica mais fácil de você virá-las na panela.
  2. Numa panela, derreta o açúcar até que fique um caramelo. Em seguia, acrescente o vinho e a canela. (Cuidado porque vai espirrar bastante).
  3. Adicione as peras na panela e deixe cozinhar até que elas fiquem macias. (Pode espetar com um garfo ou um palitinho).
  4. Sirva ainda quente com a calda por cima.
Dicas
  1. Ficam ótimas servidas com sorvete
Capitu vem para o jantar http://capituvemparaojantar.com/

 

Se você gosta de Pinóquio, então precisa ter este livro na sua estante.

Quanto as peras, fiz no almoço aqui em casa e todo mundo adorou.

Espero que você goste também!

 

 

Denise Godinho

Meu nome é Denise Godinho. Decidi aprender a cozinhar e, para a empreitada ser mais interessante, vou fazer as receitas que estão escondidas dentro dos livros. E, acredite, são muitas!

Share This