Pêssegos assados com creme de mascarpone de “Androides sonham com ovelhas elétricas?”

Saiba mais sobre o livro que inspirou o filme Blade Runner e aprenda a fazer Pêssegos assados com creme de mascarpone!

 

Hoje eu vou fazer uma receita deliciosa de Pêssegos assados com creme de queijo inspirado neste livro incrível aqui, ó: “Androides sonham com ovelhas elétricas?”.

Semana passada eu fui assistir ao Blade Runner 2049. Porque eu sou muito fã do primeiro filme. Eu tenho um pai que me apresentou a todos esses filmes de ficção científica e eu acabei gostando do gênero.

E eu tava bem apreensiva, viu? Porque essa coisa de sequência de um filme que você gosta, hun, sei lá, a gente fica preocupado né.

Mas, minino, deixa eu falar que eu saí do cinema, ó, impressionada. O filme é realmente muito bom.

Eu saí tão inspirada que decidi resolver a pendência de nunca ter lido o livro “Androides sonham com ovelhas elétricas?”, de Phillip K. Dick. Comprei na sexta-feira e matei ele no fim de semana. Porque é Tão Gostoso de ler, tão convidativo e tão interessante.

Apesar de ele ter sido escrito nos anos 60, é impossível não fazer um paralelo com o que está acontecendo atualmente.

E além disso, a obra traz reflexões filosóficas e antropológicas interessantíssimas.

 

Quer saber mais curiosidades sobre o livro? Assista ao vídeo acima!

Mas vamos ao que interessa? Um receita delícia de pêssegos assados com creme de mascarpone.

A história acontece num futuro pós apocalíptico e a Terra está tomada por uma poeira cósmica venenosa. E por isso a população fugiu do planeta pra montar colônias como em Marte, por exemplo. Mas algumas pessoas ficaram na Terra.

Neste cenário há os androides. São robôs criados para serem escravos nessas colônias. O problema é que uma série de robôs foi criada com um sistema ultra moderno chamado Nexus 6 que faz com que estes robôs sejam exatamente iguais a humanos e torna dificílimo distinguí-los.

O problema é que esse grupo de robôs com esse sistema fugiu de Marte e Deckard é contratado para mata-los.

Bom, você deve imaginar que num cenário apocalíptico com poeira tóxica, os animais e alimentos entraram em extinção, né?

É muito raro encontrar algumas comidas. E em determinado momento da história o humano John Isidore conhece a androide Pris, uma daquelas fugitivas de marte. Para impressioná-la, ele consegue em um armazém clandestino as raríssimas iguarias, pêssegos, queijos e vinho.

Por isso, a receita de hoje é inspirada nessa história. Pêssegos assados com creme de Mascarpone. Uma delícia que mesmo os androides se apaixonam!


Pêssegos assados com creme de mascarpone
Avalie essa receita
Imprimir Receita
Tempo de preparo
30 min
Tempo de preparo
30 min
Ingredientes
  1. - 4 claras
  2. - 1 colher de sopa de açúcar de confeiteiro
  3. - 400g de queijo mascarpone
  4. - 1 colher de sobremesa de essência de baunilha
  5. - suco de 2 laranjas
  6. - 1 taça de vinho licoroso
  7. - 2 colheres de sopa de açúcar mascavo
  8. - 4 pêssegos cortados
Modo de Preparo
  1. Numa batedeira, bata as gemas e o açúcar. Junte o queijo e a essência de baunilha.
  2. Reserve o creme na geladeira por duas horas.
  3. Num recipiente, junte o suco de duas laranjas, o vinho e o açúcar mascavo.
  4. Numa forma coloque os pêssegos cortados e regue-os com a calda feita acima.
  5. Leve ao forno pré-aquecido a 200º por 10 minutos.
  6. Sirva os pêssegos com o creme de mascarpone e aproveite!
Capitu vem para o jantar http://capituvemparaojantar.com/
Delicinha, viu?

Gostou dos Pêssegos Assados com creme de mascarpone? Quer falar mais comigo sobre o livro? Ou sobre a receita? Ou sobre o assunto que é muito interessante? Comenta aí pra gente papear!

Não esquece de assinar o canal para ajudar o Capitu Vem Para o Jantar. É só clicar aqui!

Quer ficar por dentro de todas as novidades?

Então não esquece de curtir o Capitu Vem Para o Jantar no Facebook, Instagram e seguir o canal no Youtube.

Até a próxima receitinha!

<3

Denise Godinho

Meu nome é Denise Godinho. Decidi aprender a cozinhar e, para a empreitada ser mais interessante, vou fazer as receitas que estão escondidas dentro dos livros. E, acredite, são muitas!

Share This