Dinamite Pangaláctica do Guia do Mochileiro das Galáxias

Com ingredientes terráqueos, claro!

A Dinamite Pangaláctica, esse dink batuta, considerado o melhor do universo, é descrito na obra de Douglas Adams, como uma bebida que te fará sentir como se o seu crânio fosse esmagado por um limão envolvo em uma barra de ouro de bom tamanho. Então tá, né?

NÃO ENTRE EM PÂNICO!

A receita no livro do Douglas Adams é feita com ingredientes um tanto… er… inusitados. Só para você ter ideia, olha só a receita da bebida na galáxia:

2 partes de aguardente Janx
1 parte de água dos mares de Santragino V
3 cubos de mega-gim arturiano na mistura
3 partes de metano dos pântanos de Fália
1 dose de extrato de Hipermenta Qualactina
1 dente de tigre-do-sol algoliano
1 pitadinha de zânfuor
1 azeitona
1 limão para decorar

A minha versão é um pouco mais leve. E eu tentei humildemente trabalhar as cores da galáxia. E, claro, usei ingredientes um pouco mais fáceis de encontrar.


CONFIRA TAMBÉM:

Torta de Mirtilo de O Amor é Fogo

Sopa de Tomate de O Iluminado


Dinamite Pangaláctica

Dinamite Pangaláctica

 

Ingredientes (terráqueos)

50 ml de xarope de groselha
50 ml de suco de pêssego
Uma misturinha de 25 ml de curaçau blue e 25 ml de vodca
50 ml de leite de coco
Algumas gotinhas de Cointreau

Modo de Preparo

É importante que os ingredientes sejam colocados nessa ordem, porque a densidade das bebidas é que fará com que elas não se misturem. Comece pelo xarope de groselha. A partir daí coloque muito lentamente e com muito cuidado cada um dos ingredientes deixando-os cair na taça pela parte de trás de uma colher. Isso serve para formar as camadas. E agora sim, aproveite!

 

 

Me siga no Instagram para conteúdos complementares!

E lembre-se: a resposta para tudo é 42.